Saudade

A saudade não tem outro nome, não se vê, não se explica. O máximo que se pode fazer é descrever os olhos semi-cerrados, o pensamento longe e a dor que vive algures no corpo de uma pessoa que a sente. A saudade é assim um pedaço que nos transforma humanos e realça sentimentos.

publicado por aquela às 19:16 | link do post | comentar